domingo, 6 de setembro de 2015

De profundis.

 
 


(…) mesmo sendo compreensivo em relação a uma certa falta de asseio, fiquei chocado um dia destes com a situação que encontrei na casa de banho de um restaurante razoável da periferia de Lisboa, onde vão pessoas a classe média.
(José António Saraiva, Sol, de 4/9/2015)


Sem comentários:

Publicar um comentário