terça-feira, 24 de março de 2020

A porta do Oriente (32).

 
 
Anjar  é o principal sítio arqueológico omeíada. Data do Século VII e, diferentemente de outros sítios no Líbano, não se vê sobreposição de culturas.
Tratou-se de uma cidade que teve a existência efémera de apenas 40 anos. Na realidade, era um palácio do califa rodeado de todas as infra-estruturas.
Sendo o conjunto de carácter islâmico, aproveitaram-se na construção colunas, capitéis e elementos arquitectónicos de ruínas romanas e bizantinas das redondezas.
 
 
 
 
 
 
 

  
Fotografias de 11 de Novembro de 2019
José Liberato
 
 


 

Sem comentários:

Publicar um comentário