sexta-feira, 20 de março de 2020

Virulências [crónicas da peste] - Volume II





 

VIRULÊNCIAS

[crónicas da peste]

- Volume II -

 

 

 

Uma das consequências imediatas da pandemia é o regresso em massa das pessoas à terra.

 

 

 

*

 

 

Autoridades sanitárias e SNS preocupados e em estado de alerta: carga viral de Sócrates sem origem declarada e registada em nome de familiares e amigos.

 

 

 

*

 

 

Profissionais da Televisão continuam em regime de teletrabalho.

 

 

*

 

 

Cientistas suspeitam que idosos com excesso de mentol de pastilhas elásticas no organismo possam ser imunes ao vírus. Jorge Jesus está a ser testado.

 

 

*

 

 

Cientistas confirmam que coronavírus é selectivo e que 70 % das vítimas infectadas são do sexo masculino. Feministas ainda não reivindicaram o atentado. 

 

 

*

 

 

Mutação viral: Coronavírus muda de roupagem e faz estirpe-tease. Maioria dos homens não resiste ao contágio e acaba na cama.

 

 

*

 

 

Vírus não reconhece corpo estranho e rejeita Donald Trump, Jair Bolsonaro, Kim Jong-un e Cavaco Silva, entre outros.

 

 

*

 

 

Pandemia: jovens herdeiros de fortunas cada vez mais próximos dos entes queridos.

 

 

*

 

 

Registo Civil à beira do colapso operacional: Humanidade prepara Despedidas de Casado e Festas de Divórcio para depois da quarentena imposta pelo Estado de Emergência.

 

 

*

 

 

Sindicatos do Crime Organizado adaptam-se ao Estado de Emergência e exigem mais direitos e liberdade de circulação na via pública porque entendem que fugir das Autoridades deve ser considerado «actividade física».

 

 

*

 

 

Assaltantes queixam-se da falta de máscaras e de luvas e fazem apelo às Autoridades.

 

 

*

 

 

Estado Crítico: o estado de Portugal sempre foi de emergência.

 

 

*

 

 

Pandemia expõe inevitável falência do actual sistema civilizacional e acelera o crash da Bolsa de Valores da Humanidade.

 

 

*

 

 

Natureza eleva aposta e desafia o Homem a jogar à roleta-russa com seis balas no tambor. Infelizmente, o Homem aceitou.

 

 

*

 

 

A Humanidade não estava preparada para o sucesso e a Natureza avançou com a sucessão. Passámos de uma Existência obscura ao reconhecimento viral.

 

 

*

 

 

YouTumba: Queda da Humanidade torna-se viral.

 

 

*

 

 

Recolhimento Obrigatório: Misantropos sentem-se compreendidos e agradecem o reconhecimento do seu estatuto anti-social.

 

 

*

 

 

Recolhimento Obrigatório: Misantropos saem à rua para se isolarem da Sociedade.

 

 

*

 

 

Alteração de Regime: ténia intestinal cumpre solitária.

 

 

*

 

 

Cidadãos contagiados apresentam-se com diarreia perante as Autoridades. População em quarentena cumpre prisão de ventre.

 

 

*

 

 

Pandemia: Vírus abastecem-se no Mercado de Vivos.

 

 

*

 

 

Receita da Pandemia: Médicos prescrevem.

 

 

 

*

 

 

Direito à Resistência: Soldado não quebra.

 

 

*

 

 

O pior da pandemia é o pandemónio.

 

 

___________________

 

Ricardo Álvaro

 

[o autor destas sentenças lavradas à mão não respeita o molho de brócolos do Desacordo Hortográfico cultivado por nabos e cabeças-de-alho-chocho, escreve segundo a ortografia antiga e testa negativo por natureza]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sem comentários:

Publicar um comentário