sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Auá, de Fausto Duarte.

 
 
 
 
 
Auá esforçava-se por se mostrar agradecida e satisfeita, mas na sua sensibilidade a atitude daquele rapaz produzira o efeito que ela, afinal, já previra. Estranhava-lhe os modos copiados dos brancos que ela receava, e o seu ar de superioridade vindo do contacto com aquela gente de Bissau.
 
 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário