quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Através dos campos.







Da Áustria, uma história  maravilhosa. Uma agricultora precisava de trabalho braçal. Disfarçou-se de «Dominatrix», colocou um anúncio na Net a apelar aos masoquistas. Quinze homens responderam, na ânsia de satisfazerem os seus fetichismos. E assim foi. Escravos de sol a sol, como os camponeses antigos. Vestidos de couro, a levar no coiro. Jornadas duras, corpos castigados. E, o melhor de tudo, ainda pagavam pelo privilégio. Não era isso que queriam? É muito, muito bom.
 
  


3 comentários:

  1. Foi isso que Passos Coelho fez aos portugueses e aos simpatizantes do seu partido. Prometeu-lhes castigar os despesistas, fustigar os funcionários públicos, emagrecer as gorduras, apertar os impostos e explodir em orgasmos de empreendedorismo. Depois chicoteou-os a todos com impostos, desemprego, ausência de crédito e penhoras automáticas. Vamos ver se ele emigra para a Caríntia.

    ResponderEliminar