domingo, 24 de setembro de 2017

A Casa dos Budas Ditosos.

 
 


 



 
 


Bêka & Lemoine

 
O meu amigo João Paulo Fernandes, moço informado e muito culto, chamou a minha apalermada atenção para o documentário The Infinite Happiness, de 2015, realizado por Ila Bêka e Louise Lemoine, autores de espantosos filmes que têm a arquitectura como argumento e pretexto. Esse documentário passou, inclusivamente, no festival CCB de Verão, organizado no CCB pela Garagem Sul-Exposições de Arquitectura. E eu nem sequer sabia quem eram Ila Bêka e Louise Lemoine – ora digam lá se a minha atenção não é apalermada. O filme daquela dupla tem por cenário ou trata de um edifício (que eu também desconhecia…) chamado Casa 8, aportuguesamento de 8 House. Este bloco apartamental fica na Dinamarca, em Copenhaga, e foi concebido pelo BIG – Bjarke Ingels Group. Sobre a vida, fechada ou aberta, claustrofóbica ou saudável, nestes condomínios, a literatura é abundantíssima. Nem vale a pena falar. A Casa 8 é apresentada como o «edifício mais feliz do mundo», ou uma patetice parecida. Talvez seja, nunca lá vivi. Aliás, nem sequer sabia que ele existia, razão por me dar por feliz, o mais feliz do mundo, por ter amigos como o João Paulo.
 

 
 
 

Sem comentários:

Publicar um comentário