sábado, 30 de setembro de 2017

Histórias de mulheres: bonecas de um libanês.

 
 

Carlo Massoud







Aqui há um par de semanas o Le Monde trouxe uma extensa notícia sobre Carlo Massoud (https://www.carlomassoud.com/), um designer formado nas melhores escolas do monde e que trabalhava no epicentro do world, New York City, até decidir fixar-se em 2013 na sua terra natal, o Líbano. Aí desenvolve vários projectos e recupera outros que tinha em mente criativa. Entre eles, Arab Dolls, uma série de bonecas, em doirado, branco ou negro, que têm por referencial (esta do referencial foi bonita) a condição das mulheres no mundo árabe. Condição que é má, pior que péssima, como sabemos, sem que se registem sinais de melhoria ou abrandamento. Fazer estas bonequinhas d’ouro pode parecer uma puerilidade de luxo. Fazê-lo vivendo no Líbano, não é – é um acto de loucura e coragem. Da coragem que há nos grandes gestos de loucura. Da loucura que há nos grandes gestos de coragem.   



Sem comentários:

Publicar um comentário