domingo, 18 de dezembro de 2016

Portugal, 1956 (2)


 
 

 
 
 
 
         Prosseguindo a tradução bárbara de New Horizons, uma publicação da Pan America, regressemos ao Portugal anos 50, visto em jeito de guia turístico, para americanos e não só.
 
Gérard Castello Lopes
Lisboa, 1956
 
         GASTRONOMIA – a culinária portuguesa é deliciosa. Vale a pena experimentar o Bacalhau à Gomes de Sá, um prato especial de bacalhau. No Nicola, um dos muitos cafés de Lisboa, pode degustar um Bacalhau à Nicola, servido às sextas-feiras. Para os que apreciam um bom bife, o bife na frigideira, servido em todos os restaurantes, é um prato delicioso. Caldo Verde é uma sopa feita à base de batata e couves cortadas, inacreditavelmente saboroso. Iscas com elas é outro dos pratos nacionais, feito com pequenas fatias de fígado servidas com batatas fritas.
         Quase todos os restaurantes portugueses têm um prato especial. Os queijos são uma das especialidades nacionais. O visitante encontrará queijos deliciosos por toda a parte. Queijos da Serra, de Azeitão, de Serpa, Rabaçal, Ponte de Sôr e os pequenos queijos feitos de leite de cabra, que serão uma novidade para os apreciadores de queijo. A pastelaria portuguesa é também deliciosa. Quase todas as terras portuguesas têm a sua especialidade: Ovos Moles em Aveiro; Doces d’Ovos em Viseu; Trouxas d’Ovos e Cavacas nas Caldas da Rainha; Toucinho do Céu em Portalegre; Queijadas em Sintra; Pastéis de Feijão em Torres Vedras; Arrufadas e Manjar Branco em Coimbra; Celestes em Santarém; Pão de Ló em Alfeizeirão. São apenas alguns dos vários tipos de pastelaria, quase todos disponíveis em Lisboa.
         O leite é bom e pode ser consumido em segurança.
 
 
         JOGO – existem casinos com roleta em várias localidades, tais como o Estoril (todo o ano), Figueira da Foz, Póvoa do Varzim e Espinho (apenas durante a época de Verão).
 
         LÍNGUA – a língua oficial é o português. Em Lisboa, Porto, Coimbra e em todas as grandes cidades será fácil encontrar quem fale inglês. Algumas expressões correntes em português são: bom dia (good morning), obrigado (thank you), onde é (where is…), e quanto custa (how much is…).
 
         LAVANDARIA E LIMPEZA A SECO – com a mesma qualidade, preço e rapidez dos Estados Unidos.
 
         BEBIDAS ALCOÓLICAS – o vinho do Porto, o famoso vinho proveniente do vale do Douro, e o vinho da Madeira, oriundo da Madeira, são mundialmente famosos. São servidos vinhos espumosos e de mesa nos hotéis e restaurantes de todo o país. Os vinhos mais famosos são da Bairrada, Ribatejo e Estremadura, onde se encontram as maiores vinhas. Pode provar os melhores vinhos do Porto no Solar do Velho Porto, em Lisboa, e, no Porto, nas caves das velhas companhias que desde há séculos comercializam vinho do Porto. Vende-se também Cointreau, Benedictine, Peppermint, Aniz e muitas outras bebidas licorosas, bem como aguardentes. Na maioria dos bares portugueses, existem uísques americanos e ingleses.
 
SERVIÇOS MÉDICOS – há hospitais bons e modernos nas maiores cidades e pequenos postos de primeiros socorros por todo o país. Se necessitar de um médico, peça no hotel ou ligue o número 2.9131.
 
CINEMA – existem diversos cinemas em Lisboa, com filmes portugueses e estrangeiros, incluindo os melhores filmes americanos. Entre os mais conhecidos, o St. Jorge, S. Luiz, Politeama, Eden e Condes, bem como duas novas salas, o Monumental e o Império. Os cinemas abrem às 15h15 e os especáculos são exibidos às 18h15 e às 21h30.
 
MÚSICA – pode igualmente ouvir belos concertos com maestros famosos no Teatro Nacional de S. Carlos, em Lisboa, durante o Inverno, pela Orquestra Sinfónica Nacional. Todos os anos há uma temporada de ópera, com artistas famosos. No Verão, as bandas militares tocam nos principais jardins da cidade, Fado, a música típica de Portugal, pode ser ouvido todas as noites nos restaurantes do Bairro Alto. Tem algumas afinidades com os blues americanos e as torch songs.
 
VIDA NOCTURNA E CAFÉS – os locais onde poderá encontrar o melhor da atmosfera autóctone são os cafés maioritariamente frequentados por portugueses. Aí, entre fumo e vinho, são cantados fados por artistas ou mesmo pelos clientes. Estes locais encontram-se sobretudo no Bairro Alto, sendo um dos melhores o Luso. Existem clubes nocturnos mais alegres e, digamos assim, convencionais, como Tágide, Negresco, Ninia, o Wonder Bar no Estoril. Nesses lugares, existe pista de dança. Outros locais de diversão nocturna são o Maxime, Montes Claros, Bico Dourado, em Lisboa; Choupana, Ronda, Palm Beach, no Estoril. Na lista dos bons bares incluem-se ainda o Rex, o Americano, o English Bar, o Iberia. É muito chique jantar no Hotel Aviz. (ver também RESTAURANTES).
 
FOTOGRAFIA – em Lisboa, é fácil encontrar película a preto-e-branco e a cores para fotografia e filmes, bem como equipamento e acessórios. As lojas estão abertas 8 horas e todas elas fazem um bom trabalho de revelação.
 
RELIGIÃO – a principal religião é a Católica Romana. No entanto, existem algumas igrejas protestantes e duas sinagogas.
 
RESTAURANTES – além da saborosa comida portuguesa, pode encontrar excelente culinária francesa, italiana e austríaca. Os lugares mais elegantes são o Tavares, a Gôndola (culinária italiana), Aeroporto, Irmãos Unidos, Macau (culinária chinesa), Vera Cruz, Alvalade e Negresco. A comida é soberba e cara, rondando os 6 dólares por pessoa, com vinho. O Aquário, o Chave d’Ouro (ambos com pista de dança), Império, Gambrinus e Iberia, no centro de Lisboa, são muito populares e têm preços razoáveis. Para culinária austríaca, o Chave d’Ouro encontra-se entre os melhores. O Gôndola serve boa comida italiana. Entre os locais tipicamente portugueses encontra-se o Machado, onde pode ouvir fado e músicas nacionais, Mesquita e Adega da Lucília. Entre as casas de chá mais agradáveis encontra-se a Caravela, Bénard, Alvalade, Riviera, Império e Chave d’Ouro, atrás referidos.
 
LOJAS E ARMAZÉNS – os mais importantes armazéns de Lisboa são o Grandella e o Chiado. As melhores lojas situam-se na Rua Garrett (Chiado), Rua do Ouro, Rua Augusta e Rua da Prata. As lojas abrem todos os dias das 9h00 às 13h00, reabrindo às 15h00 e encerrando às 19h00.
 
EVENTOS E DESPORTOS – todos os que forem a Portugal não devem perder uma tourada. O touro não é morto e o espectáculo não é tão sangrento como em Espanha. As corridas amadoras realizadas no Verão em Lisboa (Campo Pequeno) são muito coloridas.
O futebol é o desporto mais popular em Portugal. Outro desporto nacional é o hóquei em patins. Os mais importantes jogos de futebol realizam-se no maravilhoso Estádio Nacional, perto de Lisboa, todos os domingos, e por todo o país existem partidas desde o amanhecer ao cair do dia. Os jogos de hóquei em patins são seguidos de forma entusiástica pelo público. Os portugueses são campeões mundiais desta modalidade.
 
ACTIVIDADES DESPORTIVAS – os amantes de pesca em alto mar podem fazer grandes jornadas de caça grossa nas águas portuguesas. Ainda que existam diversas espécies de peixe, a maior é o atum. É possível alugar barcos e equipamento a preços razoáveis. O golfe é, praticamente, um desporto reservado aos turistas; existem alguns bons campos nas localidades com estabelecimentos hoteleiros. Existem também diversos campos de ténis. Nas principais localidades, pode alugar cavalos. A escalada de montanhas e o esqui são ainda relativamente novos em Portugal, mas s aua popularidade está a crescer rapidamente.
 
TEATROS – o teatro mais importante de Lisboa é o Teatro Nacional de S. Carlos, vocacionado para a ópera, o bailado e a música clássica. Outros bons teatros são o Teatro Nacional D. Maria II, o Teatro Avenida, o Maria Vitória, o Variedades e o novo Monumental.
 
FUSO HORÁRIO – cinco horas mais cedo do que os Estados Unidos, seguindo o tempo médio de Greenwich. Existe um ajustamento horário entre final de Abril e Novembro.
 
GORJETAS – nas contas dos hotéis e restaurantes é adicionada uma taxa de serviço de 10 por cento, mas espera-se que o cliente acrescente uma gorjeta de 5 por cento. Nos táxis pratica-se uma gorjeta de 20 por cento, uma vez que as tarifas são muito baixas.
 
TAXAS TURÍSTICAS – se viajar por mar, a taxa de entrada são 15 escudos, e a de saída correspondente a 8 por cento da passagem. Se viajar por ar, não existem taxas de entrada e saída, excepto se comprar os bilhetes em Portugal.
 
TRANSPORTES – em Lisboa existem táxis, eléctricos e autocarros esplêndidos. Há um bom serviço de comboios entre as principais cidades, e algumas – poucas – autoestradas [no original, highways]. Para passeios, existem viaturas com motorista, entre cerca de 3$50 a 6$00 por quilómetro, dependendo do número de lugares do veículo.
 
ÁGUA – em todo o país, pode beber-se água em segurança. Existe, no entanto, água engarrafada.
 
O QUE COMPRAR – se fizer compras em Lisboa, os melhores produtos são os feitos em cortiça. Os artesãos do país fazem trabalhos magníficos com este material. Tem também ourivesaria e joalharia em prata excepcionais, feitas de padrões delicados em filigrana. Pode também adquirir objectos em prata, bem como interessantes trabalhos de cerâmica, bem como calçado desportivo com sola de corda e bordados de qualidade.
 
O QUE VESTIR – a melhor aposta é utilizar roupa leve de algodão. No Inverno, aconselha-se vestuário mais quente, se for para as regiões montanhosas. De um modo geral, durante o dia deve utilizar roupa desportiva e informal e vestuário mais formal à noite. Trajes nocturnos só são exigidos nos hotéis mais selectos e nos casinos. À semelhança de Espanha, o vestuário feminino típico são vestidos de preto. Se utilizar roupa desportiva nas cidades, use roupa conservadora e não exuberante. Os homens devem trazer vestuário em linho ou fatos próprios dos climas tropicais, um sobretudo leve, fatos de jantar, calças e casacos desportivos.

 

 

 

 

 

2 comentários:

  1. Posso "roubar" - com a devida menção da fonte de origem - para o meu blog de culinária?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com todo o gosto!

      Boas Festas

      António Araújo

      Eliminar